News Image

Adolescentes portugueses consomem sódio em excesso

10 meses atrás

A Organização Mundial de Saúde recomenda que a ingestão de sódio não exceda os 2 g/dia, o que corresponde a cerca de 5 g de sal. Saibam quais os alimentos que mais contribuem para o consumo de sódio.

 

 

 

 

O sódio é um mineral necessário ao funcionamento do organismo humano, mas, quando consumido em excesso, é prejudicial à saúde. No entanto, 83% dos adolescentes portugueses ultrapassam o limite máximo para a ingestão diária de sódio recomendada pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

De acordo com um estudo realizado por investigadores da Universidade do Porto, o grupo dos cereais e seus derivados contribui para cerca de 41% do sódio ingerido pelos adolescentes. Neste grupo incluem-se, por exemplo, os cereais de pequeno-almoço e o pão.

As carnes (sobretudo bacon, fiambre e salsichas) estão em segundo lugar neste ranking, com o contributo de 16% para o total de sódio ingerido diariamente. O leite e seus derivados, como os queijos, são a terceira principal fonte de sódio na alimentação dos portugueses. 

Por sua vez, os alimentos fast food, como pizzas, snacks, batatas fritas e hambúrgueres, contribuem para 9% do aporte de sódio na nossa alimentação. Nem a sopa de legumes escapa, chegando a contribuir para cerca de um terço da ingestão total de sódio (aplicável para as pessoas que comem sopa). 

Curiosamente, sabe-se que redução do sal adicionado à sopa da ordem dos 30%, não comprometeo paladar (perceção de salinidade) da mesma.

O consumo excessivo de sal é um importante problema de Saúde Pública em Portugal, contribuindo para algumas doenças, como a hipertensão arterial, doença cardiovasculares e AVC (Acidente Vascular Cerebral), sendo que estas são das principais causas de morte em Portugal.