Vamos reduzir a produção de resíduos e o desperdício alimentar?

8 meses atrás

Entre os dias 19 e 27 de novembro, assinala-se a Semana Europeia da Prevenção de Resíduos! Este ano, o objetivo é sensibilizar para a redução do uso de embalagens e para a mudança de hábitos.

 

A alimentação é uma das áreas em que todos nós produzimos muitos resíduos diariamente, muitas vezes sem darmos por isso.

É o que acontece, por exemplo, quando compramos os alimentos em embalagens, geralmente de plástico, em vez de os comprar a granel. Ou quando não planeamos as compras e acabamos, inevitavelmente, por desperdiçar comida que acaba por se estragar.

O desperdício alimentar é um verdadeiro problema, com tendência crescente, tendo sido o mote da Semana Europeia para a Prevenção de Resíduos em 2014.

Sabia, por exemplo, que cerca de um terço dos alimentos produzidos a nível global é perdido ou desperdiçado, implicando um esbanjamento de recursos tão valiosos como a água, o solo, a energia e o trabalho?

Sabia ainda que, numa casa, desperdiça-se, em média, cerca de 25% dos alimentos adquiridos E que, por ano, são desperdiçados cerca de 89 milhões de toneladas de comida na Europa e cerca de 180 quilos per capita (por pessoa)?

Isto acontece numa altura em que cerca de 842 milhões de pessoas no mundo (1 em cada 8 pessoas) vivem cronicamente com fome!

Além do custo ambiental, a produção excessiva de resíduos tem um custo económico considerável para as famílias. Cada família poderia poupar quase 600 euros por ano com a redução do desperdício alimentar em casa!